top of page

Raízen faz aporte em startup que oferece assinatura de energia limpa a pessoas físicas


A joint venture da Raízen com o grupo Gera, que trabalha com geração, transmissão, distribuição e armazenamento de energia elétrica, realizou um investimento na startup Reverde. A companhia é especializada na gestão comercial de usinas de geração distribuída de energia na modalidade de geração compartilhada.


Sem divulgar os valores envolvidos no aporte, a Raízen afirmou, em nota, que a estratégia vai complementar o portfólio da companhia em renováveis. A startup oferece um serviço de assinatura de energia limpa para pessoas físicas (CPF), dispensando a instalação de painéis solares.


A Reverde realiza a gestão da energia por compensação por meio de tecnologia e processos proprietários, realizando pagamento mediante fatura única emitida pela própria startup.

Segundo o gerente de inovação de negócios da Raízen, Danilo Leite, a Reverde deve acelerar a entrada da Raízen em mercados ainda pouco explorados.

“A parceria possibilita que clientes com contas relativamente baixas, de pelo menos R$ 150, possam aderir um plano de energia limpa em aproximadamente cinco minutos. Fora isso, os descontos na conta de luz podem chegar a 15%, dependendo da região e plano de adesão”, comentou.


A Reverde atua nos estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro, com presença em 876 municípios, nas áreas de cobertura das distribuidoras Cemig e Light. Mas pretende expandir a atuação, em breve, para 1,2 mil municípios brasileiros, onde acaba de iniciar operação nas áreas de concessão da CPFL Paulista, Equatorial Alagoas e Enel RJ, distribuidoras que operam no interior de São Paulo, Alagoas e no Rio de Janeiro.


Fonte:https://www.novacana.com/

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page