Análise de Mercado

07 de agosto de 2020
Visão geral 

 

Conforme relatamos em nosso último relatório, o viés baixista verificado na última semana de Julho se manteve nesta primeira semana de Agosto, com Compradores dando pequena liquidez ao mercado, fechando volumes pontuais.  Com isso verificamos que o mercado veio cedendo ao longo da semana, saindo do patamar de R$ 2,08 da semana anterior para fechar nesta semana em torno de R$ 2,03, preço por litro com ICMS incluso, EX-WORKS em Produtores da região de Ribeirão Preto, São Paulo.  O etanol acumula em 2020 queda próxima a 18% enquanto a gasolina está em pouco mais de 13%, portanto paridade deverá permanecer favorável ao biocombustível.  Enquanto isso no mercado internacional o petróleo segue em boa parte sendo precificado ainda pelo ressurgimento do COVID em alguns Países, o que poderá levar a limitação no aumento no consumo, até mesmo retração.  Países produtores por sua vez sinalizam com diminuição na produção diária, como forma de manter suporte.  Portanto, nova mudança de preços pela Petrobras segue indefinida.

 

Outro assunto bastante abordado foi sobre o Leilão de Biodiesel nesta semana, que gerou estresse principalmente para as Distribuidoras de Petróleo.  Os preços neste leilão chegaram a praticamente o dobro do diesel S10 negociado nas refinarias, levando os compradores a reclamar com veemência à ANP, que segundo eles não haveria justificativa para este aumento pelos produtores.  Chegaram inclusive a solicitar a diminuição do percentual de biodiesel a ser misturado ao diesel, como forma de garantir o abastecimento, fazendo portanto que os preços se ajustassem. 

A matéria mais detalhada poderá ser verificada em nosso Boletim de Biodiesel, através de nosso Portal: www.ecoflextrading.com.br/boletimbiodiesel