CANA-DE-AÇÚCAR: MAIS DE 70% DA COLHEITA DA QUINZENA FOI PARA PRODUÇÃO DE ETANOL

27-Nov-2019

 

A Unica -- União da Indústria da Cana-de-açúcar divulgou nesta terça-feira (26) a atualização da safra de cana-de-açúcar na região Centro-Sul do Brasil. De acordo com a entidade, os primeiros 15 dias de novembro registraram robusto crescimento na produção de etanol em função do maior direcionamento da matéria-prima para a fabricação do biocombustível -- 71,73% da cana-de-açúcar processada na primeira quinzena de novembro foi destinada à produção de etanol, contra 65,92% no mesmo período da safra 2018/2019.

Neste cenário, a produção do biocombustível alcançou 1,30 bilhão de litros, registrando alta de 19,03% quando comparado ao mesmo período de 2018. Desse total, 872,81 milhões de litros foram de etanol hidratado e o restante, 426,54 milhões de litros, etanol anidro.

Já a produção de açúcar alcançou 785,98 milhões de toneladas na primeira metade do mês, registrando queda de 11,31% em relação à quantidade fabricada em igual período do último ciclo.

"O mix de produção mais alcooleiro observado nesta quinzena é surpreendente se considerarmos que nas últimas quinzenas houve uma maior demanda por açúcar, tanto no mercado interno quanto em relação às saídas para exportação", comentou o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues.


Acumulado

Desde o início da safra até 16 de novembro, a produção acumulada de etanol somou 30,87 bilhões de litros, sendo 9,38 bilhões de litros de etanol anidro e 21,48 bilhões de litros de etanol hidratado -- este com um crescimento de 8,98% em relação ao valor apurado na safra 2018/2019. No caso do açúcar, a quantidade fabricada alcançou 26,01 milhões de toneladas no acumulado da safra.

A fabricação de etanol de milho totalizou 68,68 milhões de litros na primeira metade de novembro. No acumulado da safra, a produção somou 809,77 milhões de litros, com crescimento de 101,5% sobre o volume apurado para o mesmo período de 2018.


Moagem

A quantidade de cana-de-açúcar processada pelas unidades produtoras da região Centro-Sul somou 19,83 milhões de toneladas na primeira metade de novembro, retração de 7,61% em relação ao valor apurado em mesmo período do último ciclo.

No acumulado desde o início da safra 2019/2020 até 16 de novembro, a moagem somou 562,74 milhões de toneladas, contra 532,41 milhões de toneladas apuradas no mesmo período do ano passado -- alta de 5,70%.

Até 16 de novembro deste ano, 120 unidades do Centro-Sul haviam encerrado a safra, contra 86 usinas até a mesma data de 2018.

Rodrigues, acrescenta que "74 unidades produtoras estão com programação de encerramento de safra para a segunda quinzena deste mês. Em dezembro, apenas cerca de 71 empresas estarão em operação no Centro-Sul", conclui.

 

Fonte: Agência UDOP de Notícias

 

Share on Facebook
Please reload

Posts Em Destaque

Preço do etanol despenca no país após greve de caminhoneiros

July 17, 2018

1/2
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags