PRODUTORA GRANBIO RETOMARÁ SUAS OPERAÇÕES COMERCIAIS EM SUA USINA DE ETANOL

25-Jan-2019

A produtora brasileira de biocombustíveis GranBio retomará suas operações comerciais em sua usina de etanol celulósico Bioflex 1 de 82 milhões de litros até o final de janeiro, informou a empresa nesta terça-feira.

 

A usina, localizada no estado de Alagoas, no nordeste do país, extrai bagaço e palha da cana-de-açúcar para produzir etanol celulósico – ou etanol de segunda geração (2G). A planta é a primeira desse tipo construída no hemisfério sul.

 

O Bioflex 1 entrou em operação em setembro de 2014, mas foi interrompido em 2016 depois que as complicações no pré-tratamento de sua carga de cana-de-açúcar forçaram o desligamento.

 

A planta deve produzir cerca de 30 milhões de litros de etanol este ano e 50 milhões de litros em 2020.

O Brasil usa o etanol hidratado como combustível autônomo em veículos flex-fuel (FFVs), competindo diretamente com a gasolina.

 

Muitos motoristas brasileiros possuem carros flex, que permitem a troca da gasolina para o etanol. Os motoristas só substituem o etanol se o seu preço for inferior a 70% do da gasolina.

 

O etanol é um álcool feito pela fermentação de componentes de açúcar de materiais vegetais, como milho e amido de trigo, cana-de-açúcar, beterraba sacarina, sorgo e mandioca.

 

No Brasil, o mandato de uso do etanol tem sido obrigatório desde 1977, quando a legislação exigiu uma mistura de 4,5% de etanol anidro para a gasolina. De acordo com a legislação, a mistura de etanol pode variar de 18% a 27,5% e atualmente está fixada em 27% (E27).

 

 

 

 

 

Fonte: O Petróleo

 

Tags:

Share on Facebook
Please reload

Posts Em Destaque

Preço do etanol despenca no país após greve de caminhoneiros

July 17, 2018

1/2
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo