top of page

Vector, da Bunge, terá diesel a preço “mais competitivo” para caminhoneiro


SÃO PAULO (Reuters) – A Vector, empresa de contratação digital de fretes da Bunge e Target, anunciou nesta segunda-feira que terá pontos de abastecimento nas instalações de seus clientes embarcadores para disponibilizar óleo diesel “diretamente das distribuidoras para motoristas de caminhão”.

A empresa afirmou que os preços do combustível serão “mais competitivos que a média de mercado” para os caminhoneiros que usam a Vector.

“Estas instalações, inovadoras e inéditas, apoiarão transportadoras e caminhoneiros autônomos que fazem parte da plataforma Vector”, disse a empresa.

Desde sua criação em 2021, a logtech já movimentou mais de 7 bilhões de reais em transações de fretes, com foco no transporte de produtos como soja e milho para a Bunge.

O primeiro ponto de abastecimento da Vector foi inaugurado na unidade da Bunge em Luis Eduardo Magalhães (BA), importante região produtora de grãos e algodão.

Atualmente, os volumes contratados via aplicativo representam 98% do que a Bunge transporta pelo modal rodoviário no país –a empresa do agronegócio não revela sua participação na Vector.

Durante o projeto piloto, que possui autorização da reguladora ANP para operar um tanque para armazenamento “o ponto de abastecimento teve aceitação positiva”. Com a operação a pleno, a Vector estima a movimentação mensal de mais de 500 mil litros de diesel neste ponto.

“Com a bem-sucedida implantação do projeto piloto, a Vector planeja expandir a iniciativa para outros polos estratégicos de carga em diversas regiões do Brasil”, disse em nota.

Procurada, a Vector não divulgou projeções sobre quantos pontos de abastecimento no Brasil pretende ter no futuro.

Mas disse que, para definir as melhores localizações dos pontos futuros de abastecimento, a empresa já realizou estudos de fluxo de carga para os embarcadores, regiões de produção de grãos, hubs industriais, grandes entroncamentos rodoviários, complexos portuários e terminais de carga, terminais intermodais, armazéns logísticos e centros de distribuição.

Os pagamentos relacionados ao abastecimento poderão ser realizados digitalmente, através do app Vector, por meio da mesma conta pela qual também já são feitos os pagamentos dos fretes viabilizados pela plataforma.

“Em nossa plataforma, embarcadores disponibilizam ofertas de fretes, caminhoneiros agendam as cargas, recebem pelo serviço prestado e exercem a opção de abastecimento eletronicamente, tudo em um único local, por meio do celular, sem emissão de documentos, recibos ou notas em papel em qualquer etapa do processo”, disse o CEO da Vector, Javier Maciel, em comunicado.

Desde a sua criação, a Vector já alcançou cerca de 120 mil downloads, com mais de 100 mil caminhoneiros cadastrados e mais de um 1 milhão viagens viabilizadas.


Fonte:https://www.infomoney.com.br/

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page