top of page

UE propõe reduzir 90% das emissões de frotas pesadas a partir de 2040


A Comissão Europeia apresentou novas metas para descarbonizar o transporte pesado. Objetivo é alcançar zero emissões até 2030 para ônibus urbanos e reduzir 90% de emissões de CO2 para caminhões a partir de 2040. As regras valerão para os novos veículos pesados da União Europeia.


Os países-membros da UE lideram o mercado global de produção de caminhões e ônibus. Ao mesmo tempo, o bloco enfrenta, desde 2014, um crescimento anual das emissões de gases de efeito estufa (GEE) oriundas de frotas pesadas.


Os caminhões, ônibus urbanos e ônibus de longa distância são responsáveis ??por mais de 6% das emissões locais e mais de 25% das projeções de GEE do transporte rodoviário.


Somente em 2019, as emissões de carga na região foram 44% maiores do que as emissões provenientes da aviação e 37% superiores às do transporte marítimo.


Em razão disso, a Comissão Europeia está propondo padrões mais rígidos e graduais para a mitigação de CO2 em relação aos níveis de 2019: 45% de redução de emissões a partir de 2030; 65% a partir de 2035; 90% a partir de 2040.


A estratégia faz parte do Pacto Ecológico Europeu e pretende atender aos objetivos climáticos e de poluição zero da UE. O bloco econômico quer impulsionar a implantação de infraestrutura de recarga e reabastecimento com foco na neutralidade de carbono.


"Este é um setor chave para apoiar a indústria europeia de tecnologias limpas e aumentar a competitividade internacional", afirmou a Comissão Europeia, em texto à imprensa.


A proposta também visa contribuir para a transição energética, diminuindo a demanda por combustíveis fósseis, e proporcionando economia aos operadores e usuários dos transportes, além da melhoria da qualidade do ar nas cidades.


Fonte:https://www.udop.com.br/

5 visualizações0 comentário

תגובות


bottom of page