Buscar
  • Ecoflex Trading

Shell investe forte em energia renovável no Brasil

E solicita nove novas usinas de energia solar fotovoltaicas em Minas Gerais



Shell solicita, junto a Aneel, o pedido de aquisição de nove usinas de energia solar em Corinto, no estado de Minas Gerais. A empresa também está de olho no mercado de energia eólica offshore.


Com grandes investimentos na energia renovável, a Shell registrou, junto a Aneel, o pedido de aquisição de nove usinas de energia solar fotovoltaicas em Minas Gerais, no município de Corinto. A ideia da petroleira é que novos investimentos no mercado de energia renovável possam reduzir os níveis acentuados de CO2 da atmosfera.


Investimentos da Shell no mercado de energia renovável brasileiro aumentam

O pedido da Shell de energia renovável prevê a instalação do complexo solar Electra, que contará com uma usina de potência instalada de 24,06 MW e outras oito usinas com potência instalada de 48,1 MW. Ao total, são 40 pedidos feitos pela Shell a respeito de instalação de usinas de energia solar fotovoltaicas no país.


Os pedidos somarão, quando prontos, 1,823 GW de potência instalada e só em Minas Gerais serão 1,5 GW de potência instalada, o restante será no estado da Paraíba. Globalmente, a Shell pretende investir US$ 3 bilhões por ano em projetos que envolvem energia renovável a partir deste ano.


Os objetivos globais da empresa em seu plano de mudança para a energia renovável é deixar zero suas emissões líquidas até o ano de 2050. O objetivo é reduzir a intensidade do CO2 em produtos que estão ligados à energia e que são comercializados pela Shell em até 8% para 2023, em 2030 em 20%, para 2035 em 45% e em 2050 em 100%.


Estratégia da Shell para um novo mercado renovável

Os investimentos fazem parte de uma estratégia da empresa de chegar em 2050 com suas emissões de carbono zeradas, apostando fortemente na energia renovável. No Brasil, a empresa também pensa em investir no mercado de energia eólica offshore. Bem van Beurden, CEO da Shell, afirmou que a população necessita de um sistema de energia renovável, pois não emite poluentes para que sejam cumpridas as metas do Acordo de Paris.


Ele afirma também que será necessário que as outras empresas mudem por conta demanda da sociedade. “Nesse contexto, uma empresa como a Shell pode optar por produzir petróleo e gás com emitindo o menor número de poluentes possível. Ou pode dizer: Se a população quer emissões liquidas zeradas e realmente queremos fazer parte dessa população, então iremos trabalhar e investir para alcançarmos essa meta de zero emissões”, afirmou o CEO da petroleira.


Alguns investimentos recentes da Shell em energia solar no Brasil

Confira alguns investimentos da Shell no Brasil:

A empresa registrou, no começo do mês de abril, a aquisição das usinas de energia solar Aquarii I, II, e III em Minas Gerais, no município de Brasilândia de Minas.


No mesmo mês, registrou dez novos projetos para geração de energia solar fotovoltaicas. As usinas Barmard Solar também serão instaladas em Minas Gerais, agora no município de Várzea da Palma.


Registrou, em abril de 2021, o pedido de aquisição de nove usinas de energia solar fotovoltaicas em Corinto, Minas Gerais.



Por Valdemar Medeiros

Fonte: Clickpetroleoegas


9 visualizações0 comentário