top of page

Raízen lança marca Raízen Power, dedicada à energia elétrica


Com a diversificação do seu portfólio de negócios e crescimento no mercado de renováveis, a Raízen lança nesta segunda-feira, 8, uma nova marca totalmente dedicada à energia elétrica. Intitulada Raízen Power, ela faz parte da estratégia da companhia de reforçar seu protagonismo na transição energética, além de buscar uma maior aproximação com os clientes do segmento.

Sem se desassociar da essência original da empresa, a logomarca Raízen Power traz consigo uma combinação de mensagens de sustentabilidade e eletricidade, resumidas no ícone de uma folha verde e roxa estilizada com um raio. A intenção é alinhar a companhia com os valores ESG, especialmente com o meio ambiente.

“Estamos muito contentes em lançar nossa nova marca e preparados para atender todo perfil de consumidor a partir da simplificação da oferta, entregando a melhor experiência possível para os nossos clientes, desde o segmento residencial até eletrointensivos. Este é um projeto pensado para equilibrar o futuro com o presente, com foco no desenvolvimento sustentável e na transição energética do país”, afirma Frederico Saliba, vice-presidente responsável pelas iniciativas da marca Raízen Power.

A construção da nova marca, que conta com uma comunicação e identidade próprias, é fruto de uma parceria com a Greenz, aceleradora de negócios responsável pelo atendimento da vice-presidência de energia da Raízen desde 2022. A agência realizou estudos e análises de mercado que serviram de base para a companhia decidir pela criação da nova unidade, participando também da criação de seu conceito, estratégia de posicionamento e identidade visual.

“O mercado de energia está passando por uma grande transformação. Após as análises feitas em conjunto – cliente e agência – entendemos que seria importante criar um destaque para a unidade de negócios, sem abrir mão dos atributos e do legado já construído pela companhia”, explica o CEO da Greenz, Fábio Meneghati. “Assim, nasceu a Raízen Power, uma solução completa em energia renovável, com identidade e tom de voz próprios, pensados para facilitar o relacionamento e compreensão do público-alvo”.

A companhia ressalta que o lançamento da marca Raízen Power se dá em meio a projeções positivas para abertura de mercado e a expectativa de avanço em projetos de lei no setor. Em 2022, o Ministério de Minas e Energia (MME) publicou uma portaria que permite a migração de todos os consumidores de alta tensão para o Ambiente de Contratação Livre (ACL) a partir de 2024 e estimou que mais de 100 mil unidades de consumo estão aptas à transição. Além disso, há ainda a proposta para a abertura do mercado aos consumidores de baixa tensão, em tramitação no Congresso que, se aprovada, disponibilizará mais de 89 milhões de contas.

Atualmente, a Raízen está entre as cinco maiores comercializadoras de energia elétrica do país em volume, com mais de 24 mil clientes, sendo estratégica em um mercado onde 81% dos brasileiros gostariam de escolher o seu fornecedor de energia e 90% desejam gerar a própria energia, segundo dados da Abraceel.

Só em geração distribuída, a companhia possui 31 plantas em operação no país, e 35 plantas em construção. Assim, a empresa acredita que a Raízen Power se destaca como uma marca que possui atuação nacional com foco no desenvolvimento de soluções para todos os perfis e tamanhos de clientes.

Investimentos em energia

Segundo a empresa, a aposta da Raízen na área de energia elétrica ganhou espaço, a princípio, pela necessidade da companhia de abastecer suas unidades industriais e postos licenciados com uma energia mais limpa e econômica e, depois, da necessidade de vender o excedente gerado para o Sistema Interligado Nacional (SIN).

Em 2018, essa atuação se expandiu com a aquisição de 70% dos negócios da comercializadora WX Energy e posteriormente, em 2020, a vice-presidência de energia e renováveis – agora chamada de Power – foi criada. Foi neste momento que Frederico Saliba assumiu o cargo, após atuar por mais de 20 anos na Shell.

Com a ampliação do seu portfólio, atuação no mercado livre, comercialização de certificados de energia renovável (IREC-S) e consolidação no mercado nacional de geração distribuída por meio de sua joint venture com o grupo Gera, a Raízen se considera uma referência no setor elétrico. A empresa ainda tem startups e outros investimentos no setor, como Holu, Diel, Tyr e Tupinambá Energia.

Além disso, desde o início de 2022, a companhia vem apostando no avanço da eletromobilidade em âmbito nacional por meio do programa Shell Recharge. Com estações de carregamento espalhadas pelos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Santa Catarina, a Raízen também planeja a entrada em novas regiões em breve, sendo que a próxima será no subsistema Centro-Oeste.

“Com um plano de expansão bem estruturado, tendo nas soluções renováveis cada vez mais uma fonte de diversificação dos negócios, temos o objetivo de atingir milhares de novos clientes e dar apoio aos nossos parceiros no processo de descarbonização dos seus negócios. A partir da nossa nova marca, estamos cada vez mais comprometidos em atuar estrategicamente por meio da melhor eficiência, custo e sustentabilidade para o mercado”, complementa Saliba.


Fonte:https://www.novacana.com/

10 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page