top of page

Produção de etanol de milho supera a de álcool de cana-de-açúcar em MT e deve ser 236% maior


A produção de etanol de milho em Mato Grosso vai ser de 3,6 bilhões de litros em 2022. O número é 236,4% maior que a estimativa de produção do álcool de cana-de-açúcar. A diferença entre as duas fontes tem sido cada vez maior desde 2020, quando houve aumento da produção de etanol das plantas de milho.


A primeira indústria de etanol de de milho em Mato Grosso foi inaugurada em 2017. Já o etanol de cana-de-açúcar expandiu a produção na década de 1980 no estado. Os dados são do Sindicato das Indústrias de Bioenergia (Sindalcool).


De acordo com o sindicato, a perspectiva de crescimento da produção é de quase 500 milhões de litros para o próximo ciclo. Em 2021, foram produzidos 4,07 bilhões de litros de etanol em Mato Grosso.


A previsão é moagem de 15,7 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, além de 8,35 milhões de toneladas de milho para a produção da estimativa do Sindalcool.


O setor gerou mais de 168 mil empregos em Mato Grosso em 2021, e R$ 833,2 milhões em tributos.


A produção em Mato Grosso aumentou 384,5% nos últimos 10 anos.


Preço dos combustíveis


Segundo dados da Agência Nacional de Petróleos, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio do etanol em Mato Grosso praticado entre os dias 3 e 9 de abril foi de R$ 4,92.


Já o preço médio da gasolina foi de R$ 7,01 no período da pesquisa.


Com isso, o valor médio do álcool é de 70% da gasolina. No limite, compensa abastecer com etanol em Mato Grosso.


Na bomba, para saber qual vale mais a pena, o motorista deve multiplicar o valor do litro da gasolina por 0,7. Se o valor resultante for menor que o do litro do etanol, é melhor abastecer com gasolina. Se for maior, o etanol é a melhor opção.


Fonte: www.udop.com.br

7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page