Buscar
  • Ecoflex Trading

Preços do açúcar sobem e rompem a barreira dos 16 cents por libra-peso em NY


Os preços do açúcar iniciaram a semana em alta nas bolsas internacionais. Segundo analistas, a alta reflete ofertas apertadas no mercado físico no curto prazo. O dia foi positivo para a maior parte das commodities e ações, segundo apurou a Reuters. Em Nova York, na ICE, o açúcar bruto subiu mais de 2%, fechando cotado em 16,15 centavos de dólar por libra-peso no vencimento março/21, 32 pontos a mais no comparativo com a véspera. Já os lotes para maio/21 subiram 22 pontos, negociados em 15,30 cts/lb. As demais telas se valorizaram entre 12 e 20 pontos. Operadores disseram à Reuters que o prêmio do contrato março para maio está aumentando antes de seu vencimento, à medida que uma demanda acima do esperado aperta o mercado físico. "No caso da China, certamente foi ?´front-loading?´. Em outros países, não temos visto evidências de ?´front-loading?´", disse o analista Robin Shaw, da Marex Spectron aos repórteres da Agência Internacional de Notícias. Segundo pesquisa da Reuters com 11 traders e analistas, "os futuros do açúcar bruto devem terminar este ano mais de 8% abaixo dos níveis atuais, com um superávit global marginal nesta temporada se ampliando ligeiramente em 2021/22". Londres Em Londres o açúcar branco também fechou em alta nesta segunda-feira. O lote para março/21 subiu 8,60 dólares, negociados em US$ 464,70 a tonelada. Já o vencimento maio/21 fechou valorizado em 7,50 dólares, negociado em US$ 443,40 a tonelada. Os demais vencimentos subiram entre 3,80 e 4,70 dólares. Mercado doméstico No mercado interno o açúcar cristal também iniciou o mês em alta pelo Indicador Cepea/Esalq, da USP. Ontem, a saca de 50 quilos foi negociada em R$ 109,11, alta de 0,47% quando comparada aos preços de sexta-feira (R$ 108,60 a saca). Etanol diário Já o etanol hidratado iniciou a semana em baixa pelo Indicador Diário Paulínia. Ontem, o metro cúbico do biocombustível foi negociado em R$ 1.197,50, baixa de 0,25% no comparativo com os preços de sexta-feira.


Rogério Mian Fonte: Agência UDOP de Notícias

1 visualização0 comentário