Buscar
  • Ecoflex Trading

Preço do etanol anidro tem aumento histórico em meio a fundamentos altistas

Estoques apertados e variações na demanda influenciam valor de comercialização



Ontem, 4, a S&P Global Platts calculou o etanol anidro nas usinas de Ribeirão Preto a R$ 3.510/m³, sua maior avaliação. Este valor representa um aumento de 85% no ano e de R$ 150/m³ em relação ao recorde anterior, de 2 de março.


Apesar da safra 2021/22 do Centro-Sul ter iniciado oficialmente em 1º de abril, o que poderia indicar uma queda nos preços, especialmente em meio a um cenário de aumento da oferta e de demanda limitada, o preço do anidro está efetivamente em alta, sustentado por uma combinação de aspectos otimistas.


Os números mais recentes da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) apontam para uma produção total de 731 milhões de litros de etanol nos primeiros 15 dias de moagem, uma queda de 25,92% em relação a 2020/21. Destes, a produção de anidro foi de 104 milhões de litros, queda de 41,47% no mesmo comparativo.


Como há uma mistura obrigatória de anidro na gasolina, qualquer variação na demanda do combustível fóssil desencadeia o mesmo movimento para o renovável. Assim, enquanto as vendas de hidratado caíram 14,6% em 2020, as de gasolina caíram apenas 6,1%, o que amorteceu a redução na comercialização do anidro.


Leia a análise completa no texto exclusivo para assinantes NovaCana: https://www.novacana.com/



Por Nicolle Monteiro de Castro

Fonte: S&P Global Platts


6 visualizações0 comentário