top of page

Petrobras recebe certificação internacional para produção do Diesel R


A Petrobras recebeu certificado internacional para produção do Diesel R na Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), em Araucária (PR). A certificação International Sustainability Carbon & Certification (ISCC) fortalece a atuação da companhia na produção de produtos com menor intensidade de carbono e alinhado às melhores práticas de sustentabilidade, segundo comunicado à imprensa divulgado nesta segunda-feira, 20.

Em nota, a companhia diz que a certificação faz parte da sua estratégia comercial para o mercado de produtos mais sustentáveis, que está em franco crescimento. “A certificação ISCC é a demonstração incontestável que a sociedade está sendo beneficiada com esses produtos”, relata o gerente executivo da comercialização do mercado interno, Sandro Barreto.

O Diesel R é um combustível da Petrobras, produzido por coprocessamento de diesel mineral com óleo vegetal, que contém uma parcela de diesel verde (HVO, em inglês), que pode variar de 5% (Diesel R5) até 10% (Diesel R10). O primeiro teste comercial foi realizado em setembro de 2022, na Repar, quando foram produzidos 1,5 milhão de litros de Diesel R5, com 5% de conteúdo renovável.

Para o diretor de comercialização e logística da Petrobras, Cláudio Rogério Mastella, “esta certificação é o resultado do excelente trabalho que vem sendo planejado e executado por diversas áreas nos últimos meses e anos”.

Além disso, Sandro Barreto conta que a empresa se prepara para adquirir outros certificados, como RenovaBio e Corsia (Carbon Offsetting and Reduction Scheme for International Aviation).

Projetos

No segundo semestre de 2023, a Petrobras planeja a comercialização na Refinaria de Cubatão (RPBC) e, ao longo dos próximos três anos, deseja iniciar vendas nas refinarias de Paulínia (Replan) e de Duque de Caxias (Reduc).

Em 2028, está prevista a entrada em operação da primeira unidade da Petrobras voltada para a produção de combustíveis de baixo carbono, com matéria-prima 100% sustentável (óleos vegetais, gorduras e resíduos), que produzirá diesel verde, bioquerosene de aviação (BioQAV), entre outros.

A nova planta será construída na Refinaria Presidente Bernardes (RPBC), em Cubatão (SP).


Fonte:https://www.novacana.com/

6 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page