top of page

Petrobras amplia testes para produzir diesel com conteúdo renovável

A Petrobras está ampliando os testes em suas refinarias para aumentar a capacidade de produção de óleo diesel com mistura de conteúdo renovável. A estatal pretende implementar gradualmente em todas as suas unidades o Diesel 5R, com adição de 5% de matérias-primas de origem vegetal, como óleo de soja, ao derivado de petróleo. Além da Repar (Refinaria Presidente Getúlio Vargas), no Paraná, que já faz a comercialização do produto, foram realizados testes de produção nas refinarias RPBC (Presidente Bernardes) e Replan (Paulínia), ambas em São Paulo, e na Reduc (Duque de Caxias), no Rio de Janeiro.

O Diesel R5 é fabricado a partir do coprocessamento de derivados de petróleo (parcela mineral) com conteúdo de origem vegetal. O produto foi lançado em setembro de 2022 pela estatal. Foi desenvolvido com tecnologia própria, testada e aprovada em produção industrial nas refinarias.

Segundo a Petrobras, o novo combustível é uma alternativa sustentável para os veículos do ciclo diesel, pois a redução das emissões da parcela renovável é de ao menos 60 % em comparação com o diesel mineral, podendo ser até maior a depender da matéria-prima utilizada.

Segundo o diretor de Processos Industriais e Produtos da Petrobras, William França, este é um marco na trajetória de descarbonização da Petrobras. “Estamos adaptando nossas refinarias com unidades de coprocessamento, a partir de correntes renováveis. Nosso compromisso é com a transição energética justa e a sustentabilidade cada vez maior de nossos produtos”.

De acordo com o Plano Estratégico 2024-2028 da estatal, será investido cerca de US$ 1,5 bilhão no segmento de biorrefino. Também estão previstos recursos para instalação de plantas dedicadas de bioquerosene de aviação e diesel 100% renovável na RPBC e no Polo Gaslub (antigo Comperj, no Rio de Janeiro), que serão concluídas após 2028.


13 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page