top of page

Petróleo reverte ganhos e passa a cair com avanço nas tratativas entre Ucrânia e Rússia


O petróleo reverteu seus ganhos do início desta terça-feira e passou a operar em baixa, diante de informações acerca das tratativas entre Rússia e Ucrânia para um acordo de paz.

Perto de 10h10, os preços dos contratos para maio do Brent, a referência global, operavam em queda de 5,39%, a US$ 106,42 o barril, na ICE, em Londres, enquanto os preços dos contratos para maio do WTI, a referência americana, caíam 5,48%, a US$ 100,15 o barril, na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex).


Pela manhã, o petróleo registrou alta, beneficiado por declarações dos Emirados dos Árabes Unidos e da Arábia Saudita de que há pouca probabilidade de a reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus aliados (Opep+), marcada para esta semana, terminar com uma fragmentação da aliança do cartel com a Rússia. Os comentários referem-se a pedidos feitos a países da Opep para aumentar a produção mensal de modo a compensar o embargo do Ocidente aos barris russos.


Para a DNB Markets, se o cartel de países produtores optasse por ampliar a oferta isso iria irritar Moscou, podendo prejudicar a política interna da aliança dos produtores de petróleo. “Por isso, os comentários [de representantes sauditas e do Emirado] dão suporte aos preços do petróleo”, disse.


A mudança de comportamento, porém, ocorreu com a sinalização de um arrefecimento no conflito Rússia-Ucrânia. Hoje, representantes de ambos os países se reuniram na Turquia para dar continuidade às negociações. Os russos teriam dito que irão reduzir drasticamente seus ataques à capital ucraniana, Kiev.


Fonte: www.biodieselbr.com

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page