top of page

Petróleo fecha em baixa, com dólar forte após dados dos EUA e Irã no radar




Os contratos futuros do petróleo fecharam em queda, nesta sexta-feira, 12. A commodity chegou a subir logo no início do dia, mas não mostrou fôlego, com o movimento negativo reforçado após indicadores dos Estados Unidos fortalecerem o dólar. Além disso, a possibilidade de acordo nuclear com o Irã seguia no radar, com potencial para aumentar a oferta do óleo.


O petróleo WTI para setembro fechou em baixa de 2,38% (-US$ 2,25), em US$ 92,09 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex), e o Brent para outubro recuou 1,45% (-US$ 1,45), a US$ 98,15 o barril, na Intercontinental Exchange (ICE). Na comparação semanal, o WTI avançou 3,46% e o Brent teve alta de 3,40%.


Na agenda de indicadores, o índice de sentimento do consumidor dos Estados Unidos, elaborado pela Universidade de Michigan, subiu de 51,5 em julho a 55,1 na preliminar de agosto, acima do previsto por analistas. Após o dado, que trouxe números mistos para a expectativa de inflação, o dólar ganhou força. O movimento no câmbio torna o petróleo mais caro para os detentores de outras divisas, o que tende a reduzir o apetite dos investidores.

Ainda no noticiário, a Shell (NYSE:SHEL) informou que paralisou a atividade de plataformas no Golfo do México, por conta de vazamentos em oleodutos. A empresa, porém, disse que esperava resolver o problema ainda nesta sexta-feira.


Diplomatas da União Europeia, por sua vez, propuseram novas concessões ao governo iraniano, a fim de tentar superar o impasse para reavivar o acordo nuclear com Teerã. Segundo relato do jornal The Wall Street Journal, o Irã poderá responder a uma demanda sobre preocupações da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) antes da entrada em vigor do acordo, o que poderia abrir caminho para uma solução no impasse.


O TD Securities afirmou hoje, em relatório a clientes, que paralisações na oferta do Golfo do México podem dar algum alívio, mas compensar apenas em parte a "preocupação" do mercado em torno de um potencial acordo nuclear com o Irã.


Fonte:https://br.investing.com/

6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page