Buscar
  • Ecoflex Trading

Pandemia teve maior impacto nos lubrificantes para veículos de passeio


Dentre os óleos lubrificantes para veículos de passeio (PCMO – Passengers Cars Motor Oil), pesados (HDMO), e industriais; o primeiro dos três segmentos foi o que teve pior desempenho no ano passado, em relação a 2020, registrando queda de 7,3% e cerca de 170 Ktons comercializados.


Sérgio Rebêlo, diretor da consultoria Factor-Kline, responsável pelo levantamento, avalia que esse desempenho negativo se justifica pelo fato de as pessoas terem deixado os carros parados devido ao longo período de confinamento por causa da pandemia de Covid-19.


De acordo com as perspectivas da Factor-Kline, para os próximos anos, até 2030, o setor verá um gradativo aumento dos óleos de menor viscosidade e melhor desempenho para os carros de passio.


Ou seja, quanto ao grau SAE (Society of Automotive Engineers), que indica a viscosidade, o mercado deve ter maior demanda para os lubrificantes 5w e 10w, que facilitam as partidas a frio. Na classificação API (American Petroleum Institute), onde a letra final indicada na embalagem indica melhor desempenho conforme for mais próxima do final do alfabeto, espera-se queda na procura dos óleos API SL e aumento dos API SM e API SN.


www.sindilub.org.br



Fonte: Sindilub

2 visualizações0 comentário