Buscar
  • Ecoflex Trading

Oferta de energia a partir da cana na matriz nacional bate recorde histórico em 2019


A possibilidade de utilizar múltiplas fontes renováveis de energia faz o Brasil ter uma matriz energética de destaque no cenário global. Apesar do país ainda não ter registrado uma virada – já que as fontes não renováveis seguem abrangendo mais da metade da oferta nacional –, a energia renovável já supera os 45% de participação.


Enquanto isso, mundialmente, as energias renováveis correspondem a 14,2% da oferta total, compondo somente 10,8 % da matriz dos 36 países que fazem parte da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).


O dado é da Resenha Energética Brasileira de 2019, feita pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), que é coordenada pelo Ministério de Minas e Energia (MME), em parceria com agentes do setor energético e outros ministérios.


Conforme o Balanço Energético Nacional (BEN) referente ao ano de 2019, a oferta de energia por fontes renováveis na matriz energética chegou a 46,1% graças a um aumento de 2,8% no comparativo com um ano antes. Dentre as fontes que compõem o grupo estão a energia hidráulica (12,4%), lenha e carvão vegetal (8,7%), e outros renováveis (7%) como lixívia, biodiesel, e energias eólica e solar, por exemplo.


Dentre todas as fontes de energia com oferta acima de 20 milhões de toneladas equivalentes de petróleo (Mtep), a biomassa de cana-de-açúcar foi a que teve o maior aumento percentual entre os dois anos: 5,5%.


O volume energético ofertado a partir da cana-de-açúcar, portanto, foi de 52,8 Mtep – o maior da série histórica iniciada em 2006. A segunda quantia mais elevada foi em 2015, com 50,6 Mtep.


Além disso, analisando somente as fontes renováveis, a biomassa da cana é a que abrange a maior parcela da matriz energética. Em 2019, a fatia foi de 18%, acima dos 17,4% de 2018.


Confira, na versão completa, análises sobre oferta e consumo de energia, com foco na biomassa vinda da cana-de-açúcar, além de:

- Gráficos do consumo de energia de acordo com a fonte - Gráficos do consumo de energia nos transportes, na indústria e no setor energético - Informações sobre a matriz elétrica brasileira - A geração termelétrica no Brasil


Fonte: Nova Cana

4 visualizações