Buscar
  • Ecoflex Trading

No Brasil, Trina Solar aumenta em mais de 60% a comercialização de painéis solares


Em 2020, a Trina Solar divulgou o crescimento das vendas no Brasil, alcançando mais de 850 MWp em painéis solares, o que representa um aumento de 60% na comparação com o ano anterior. A empresa assinalou que o resultado foi obtido mesmo com a conjuntura afetada pela pandemia do coronavírus.


“O crescimento da empresa no Brasil deve-se ao resultado dos investimentos em tecnologia, à confiabilidade de nossos produtos certificados pelos mais importantes centros de certificação do mundo e à nossa rede de parceiros locais”, afirmou Álvaro García-Maltrás, diretor-geral para a América Latina e Região do Caribe da Trina Solar.


“Estamos sempre buscando trazer para o mercado soluções que permitam gerar mais energia, de forma segura e sustentável para os mais diferentes desafios”. O diretor-geral indica que novos produtos serão lançados em 2021. Ele também estima que haverá um maior crescimento neste ano.


Marcio Takata, diretor da Greener, analisa que a ascensão do mercado desse segmento no território nacional vem ocorrendo, principalmente, devido ao avanço tecnológico dos módulos fotovoltaicos, responsável por expandir a competitividade e a eficiência da fonte solar no Brasil. Ele acredita que essas são as peças essenciais não só para o desenvolvimento da cadeia mas também para que a energia solar possa ocupar um espaço cada vez maior em aplicações variadas.


A Trina introduziu a linha Vertex de painéis de alta potência em 2020, ultrapassando 500 W. A fabricante destaca que as vendas globais superaram os 10 GW em menos de um ano. Hoje em dia, essa linha abarca módulos de 500 W, 550 W, 600 W e 660 W, além do Vertex S, com produtos desenvolvidos para o comércio e para residências.


A fabricante também elabora painéis e células de 210 milímetros. Produzindo um maior lucro para o investidor por meio da redução do custo nivelado de energia (LCOE) e do maior retorno sobre o investimento, essa nova padronização é apontada como tendência para os próximos anos no segmento de energia fotovoltaica. Visando responder à demanda, a Trina Solar construiu novas fábricas e mantém sua capacidade produtiva crescente.



Fonte: Portal Solar

3 visualizações0 comentário