Buscar
  • Ecoflex Trading

No Brasil, 250 aeronaves elétricas voarão pela Gol em 2025


Em parceria com o Grupo Comporte, uma entidade de seu acionista controlador, a Gol Linhas Aéreas assinou um protocolo de intenções não vinculante com a Avolon para adquirir e/ou arrendar 250 aeronaves elétricas de decolagem e pouso vertical (eVTOL). A empresa espera que as operações sejam iniciadas em 2025.


O projeto irá utilizar a expertise em aviação da Gol para desenvolver a malha aérea usando modelo de aeronave desenvolvido pela britânica Vertical Aerospace, o VA-X4 eVTOL. O Grupo Comporte irá prover os recursos necessários de investimento, conforme foi comunicado no dia 21 de setembro.


O VA-X4 é um táxi aéreo que alcança velocidade máxima de 320 km/h e faz 160 quilômetros, podendo transportar até quatro passageiros, além do piloto.


A Gol divulgou que o primeiro passo da parceria é realizar um estudo de viabilidade, com a certificação e a análise da infraestrutura que será necessária para operar a aeronave juntamente a autoridades aeronáuticas nacionais e internacionais, incluindo o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).


A expectativa da Avolon é concluir o processo de certificação da aeronave elétrica no país até 2024, com a Gol incorporando o VA-X4 a sua malha aérea e realizando voos comerciais dentro de 2025.


A parceria com o Grupo Comporte e a Avolon também faz parte dos planos de estratégia comercial da Gol de expandir-se de forma seletiva no mercado de transporte aéreo regional e abrir rotas novas para mercados domésticos que não são muito atendidos.


A Gol tem planos de fazer a transição de 75% de suas aeronaves para o modelo 737-MAX, modelo mais eficiente que reduz as emissões de carbono em 16%. Atualmente, a Gol opera com 127 aeronaves Boeing 737. A mudança deve ser feita até 2030.


A empresa tem como estratégia atingir a neutralidade de carbono até 2050. Inovações como as aeronaves eVTOL, a transição para o Boeing MAX e uso de biocombustíveis serão componentes-chave nesse objetivo.



Fonte: Portal Solar

7 visualizações0 comentário