Buscar
  • Ecoflex Trading

No 1º trimestre de 2021, EDP Renováveis reporta redução no resultado financeiro


Em relação ao mesmo período de 2020, a EDP Renováveis reportou uma redução de 8% na receita dos três primeiros meses de 2021, totalizando € 448 milhões. Com resultado 39% menor do que o registrado no primeiro trimestre de 2020, o lucro líquido da companhia também passou por uma queda, somando € 38 milhões. O valor do EBTIDA foi de € 269 milhões, uma diminuição de 21% em comparação com o mesmo período do ano anterior.


A EDP Renováveis destacou que, nesse período, a redução dos recursos eólicos nos Estados Unidos e os episódios climáticos adversos no Texas foram responsáveis por impactar os resultados financeiros, mas que, em março, o cenário foi normalizado. A companhia também sublinhou que o negócio registrou um crescimento no Brasil e na Europa.


Além disso, a empresa mencionou que, nos três primeiros meses do ano, houve um aumento da sua carteira de ativos operacionais, que contou com 1,9 GW a mais do que no mesmo período de 2020, totalizando 12,5 GW. Nesse primeiro trimestre, em relação à capacidade solar e eólica, foram acrescentados 1.870 GW. Desse total, 1.025 MW correspondem à América do Norte; 652 MW, à Europa e 105 MW, ao Brasil.


Conforme a companhia, há 2,9 GW de nova capacidade em desenvolvimento até 31 de março, com 2.226 MW, 404 MW e 269 MW correspondentes à energia eólica onshore, energia solar e atuações em empreendimentos eólicos offshore, respectivamente.


“A EDP Renováveis tem 6,4 GW garantidos e uma alta visibilidade sobre a capacidade adicional que pode ser assegurada a curto prazo”, afirmou a empresa em comunicado. Ela também citou que possuía 2,5 GW de PPAs em negociação ou em processos muito adiantados no fim do primeiro trimestre e, durante 2021, estima viabilizar leilões de 30 GW nos mercados em que atua.



Fonte: Portal Solar

5 visualizações0 comentário