top of page

Mais de 100 mil residências receberão ligações do Luz Para Todos, incluindo energia solar


O MME (Ministério de Minas e Energia) publicou novos termos de compromissos para o Programa Luz Para Todos. Até 2025, cerca de 105 mil unidades consumidoras do Acre, Pará, Piauí, Rondônia e Roraima receberão novas ligações de energia elétrica.

O maior número de famílias a serem atendidas reside no Pará, com uma meta de 55.362 instalações. O Piauí terá 23.728 novos beneficiários, sendo 22.011 ligações convencionais e outras 1.717 conexões a partir de sistemas de energia solar.

Vale lembrar que, em locais isolados, a geração fotovoltaica é uma aliada do programa, uma vez que nessas regiões não existe viabilidade para as instalações com extensão de rede.

Em Rondônia, serão 10.477 unidades consumidoras que receberão eletricidade, enquanto que em Roraima e no Acre, o número de famílias beneficiadas chegará a 10.279 e 5.337 instalações, respectivamente, segundo o MME.

A publicação consta na edição do dia 17 de novembro de 2023 do DOU (Diário Oficial da União). Distribuidoras de energia dos cinco estados demonstraram interesse em firmar contratos para universalização do acesso à energia elétrica.

Investimento para 2024

O Programa Luz para Todos foi instituído no ano 2003 para implementar a universalização do acesso à energia elétrica para as famílias residentes em locais que ainda não tinham acesso a esse serviço público. Em 20 anos de história, o programa já beneficiou mais de 17,2 milhões de pessoas em todo o Brasil.

No mês passado, o MME definiu que o orçamento de 2024 do Luz Para Todos será de R$ 2,5 bilhões. A previsão é que cerca de 2 milhões de pessoas sejam beneficiadas até o fim de 2026, incluindo a população rural, em especial as que vivem em localidades remotas da Amazônia Legal e na região Norte do país.


FONTE: https://canalsolar.com.br/

7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page