top of page

Leilão atrai mais de R$ 7 bi em investimentos para geração de energia renovável


Empreendimentos fornecerão eletricidade gerada a partir de recursos hídricos, eólicos, solares e de biomassa

As 29 usinas contratadas no primeiro leilão de energia nova do ano vão atrair mais de R$ 7 bilhões em investimentos. Os empreendimentos fornecerão eletricidade gerada a partir de recursos hídricos, eólicos, solares e de biomassa.

A negociação com investidores foi promovida nesta sexta-feira (27), pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) e pela CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica).

A eletricidade contratada deverá ser entregue ao SIN (Sistema Interligado Nacional) entre 2026 e 2045 para atender a demanda de três distribuidoras (Cemig, Coelba e Light) no mercado regulado, que abastece residências e pequenas e médias empresas.

Os projetos totalizam 947 MW de potência e serão construídos nos estados da Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

Na avaliação de Rui Altieri, presidente do Conselho de Administração da CCEE, “o certame atingiu o seu principal objetivo, de contratar energia para satisfazer às necessidades apresentada pelas empresas de distribuição, e ainda apresentou deságio”.

Foram firmados contratos com preço médio 9,36% menor do que o valor teto definido, o que vai gerar uma economia de aproximadamente R$ 1 bilhão, segundo estimativas da ANEEL, evitando aumento tarifário de 0,5 pontos percentuais para os consumidores.

O 36º Leilão de Energia Nova A-4 foi realizado no formato virtual e conforme os parâmetros do artigo 19 do Decreto nº 5.163, de 30/07/2004. O resultado completo está disponível no site da CCEE.


Fonte: canalsolar.com.br

10 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page