Buscar
  • Ecoflex Trading

Jundiaí tem a primeira escola municipal com energia solar


A parte que sobrar da produção será destinada para a rede de distribuição local, sendo um crédito para abatimento de futuros custos.


A tecnologia fotovoltaica para o fornecimento de energia elétrica será utilizada na Escola Municipal Professor Joaquim Candelário de Freitas, localizada na Vila Hortolândia, em Jundiaí, São Paulo. A escola é a primeira do município a usar esse tipo de tecnologia. Além da economia na conta de luz, o que sobrar da produção será destinado à rede da distribuição local, sendo um crédito para abatimento de custos futuros. Ao todo, serão 171 módulos solares, somando 71,36 kWp. O valor destinado ao investimento não foi apresentado.


“Além do crédito, o investimento com a energia fotovoltaica apresenta retorno em aproximadamente três anos, o que resulta em contribuições para os cofres públicos”, aponta o gestor da Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos (UGISP), Ademir Pedro Victor, responsável pela instalação do sistema na EMEB Candelário.


O projeto foi feito partindo dos pedidos dos próprios alunos e professores, por meio de escuta ativa com o Conselho de Alunos da instituição. “A prefeitura tem priorizado construções sustentáveis e com preocupação com o meio ambiente nos prédios públicos. No caso da EMEB Candelário, ainda atendemos a um pedido dos próprios alunos que participaram do projeto para a construção da escola”, contou o prefeito Luiz Fernando Machado.



Fonte: Portal Solar

10 visualizações0 comentário