Buscar
  • Ecoflex Trading

Gasolina tem primeira queda em 19 meses, segundo estudo da ValeCard


O preço médio da gasolina teve a primeira queda em um ano e sete meses nos postos do Brasil nos primeiros quinze dias de dezembro, enquanto o valor médio do diesel ficou quase estável no período, após avanços consecutivos desde abril, apontaram pesquisas nesta quarta-feira, 15.


O litro da gasolina recuou 0,66% na primeira metade do mês, ante o mês anterior, para 6,952 reais, segundo levantamento feito pela ValeCard, empresa especializada em soluções de gestão de frotas.


Em maio de 2020, último mês a registrar baixa no preço da gasolina nas bombas antes desta queda, o preço médio do litro era de 4,01 reais, disse a entidade.


Os dados foram obtidos por meio do registro das transações realizadas entre os dias 1º e 14 de dezembro com o cartão de abastecimento da ValeCard em cerca de 25 mil estabelecimentos credenciados.


O recuo no combustível fóssil ocorre enquanto usinas do país registram queda no valor do etanol anidro, misturado na gasolina vendida nas bombas, segundo apontou recentemente a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica). Atualmente, a mistura obrigatória do álcool na gasolina é de 27%.


Além disso, o etanol hidratado (concorrente da gasolina) também tem tido queda nas usinas nas últimas semanas, no principal polo produtor e consumidor do país, o estado de São Paulo.


A Petrobras, principal produtora de derivados do país, também anunciou uma queda de 3% de sua gasolina vendida às distribuidoras a partir desta quarta-feira, 15. Mas o repasse do recuo aos consumidores, nos postos, dependerá de outros fatores ao longo das semanas. Este foi o primeiro recuo da Petrobras desde junho.



Marta Nogueira

Fonte:Reuters

0 visualização0 comentário