Buscar
  • Ecoflex Trading

Facebook firma contrato de compra de energia para ser abastecido por usina solar em Singapura


O Facebook fechou contrato de compra de energia com a companhia Sunseap Group para contar com o abastecimento da geração de uma usina solar flutuante em Singapura. O acordo, do tipo virtual power purchase agreement (VPPA), é o primeiro voltado para uma instalação do tipo realizada pela rede social.


Perante os termos do contrato, todos os créditos de fonte renovável do empreendimento serão transferidos para o Facebook, que também receberá toda energia produzida pela planta. A eletricidade gerada pela usina será usada para auxiliar a operação da rede social em Singapura.


Em março, a usina foi concluída – sendo composta por 30 mil estruturas de flutuação, 13 mil módulos fotovoltaicos e 40 inversores – para atuar no Estreito de Jor, uma faixa de água que divide a Singapura da Malásia. Os fornecedores de equipamentos envolvidos no empreendimento ainda não foram anunciados pela Sunseap.


Urvi Parekh, diretora de energia renovável do Facebook, afirmou que é a primeira vez que a empresa participa de um projeto solar flutuante e que está “particularmente animada” para colaborar com essa tecnologia.


Trata-se do segundo contrato firmado entre o Facebook e a Sunseap. Em outubro de 2020, ambas as empresas fecharam um acordo para a desenvolvedora solar gerar energia elétrica renovável com objetivo de abastecer datacenters e escritórios no país asiático e instalar painéis solares nos telhados de 49 repartições públicas e 1.200 prédios residenciais. A previsão é de que o sistema comece a funcionar em 2022.


Nos últimos meses, na região do sudeste asiático, junto com outros mercados, sobretudo no Vietnã, Singapura ergueu-se como um destino de investimentos em geração solar. Há pouco tempo, também sob a elaboração da Sunseap, a Amazon divulgou a compra de 62 MW em empreendimentos fotovoltaicos no país. A empresa de desenvolvimento solar forma uma joint venture com uma companhia de energia da Malásia, a Tenaga Nasional Berhad, visando exportar produção renovável do país para Singapura.



Fonte: Portal Solar

3 visualizações0 comentário