top of page

EUA: Metas pouco ambiciosas freiam expansão na cadeia de diesel de biomassa


A falta de ambição nas metas anunciadas pela Agência de Proteção Ambiental (EPA, na sigla em inglês) para o mercado de biocombustíveis dos Estados Unidos pelos próximos dois anos já está reduzindo o ímpeto no avanço da cadeia produtiva de diesel de biomassa – categoria que inclui tanto o biodiesel quanto o diesel verde. Os números anunciados na quarta-feira passada foram classificados como ‘extremamente desapontadores’ por fabricantes.

Aparentemente, o mercado financeiro concorda com essa leitura. As ações da Darling Ingredients – empresa que atua no mercado de reciclagem animal e é uma das donas da biorrefinaria Diamond Green Diesel – caíram até 8%. As ações da ADM e da Bunge, que produzem matérias-primas para diesel renovável, também recuaram.

Já a Cargill suspendeu os planos para uma nova planta de extração no do Missouri logo após a EPA sinalizar sobre seus planos de metas de volume em dezembro. A empresa citou "dinâmicas de mercado em mudança" como motivo da pausa.

Enquanto isso, na Bolsa de Chicago (CBOT, na sigla em inglês), os contratos do óleo de soja caíram mais de 7% após o anúncio da EPA.

Analistas afirmam que os requisitos de mistura “surpreendentemente modestos” da EPA para diesel de biomassa podem desestruturar uma série de projetos que eram esperados para mais do que dobrar a capacidade de produção. Entre os projetos, há mais de 20 novas plantas de extração de óleo de soja que, de acordo com a American Soybean Association, aumentariam a capacidade do país em mais de 30%.

Os projetos em andamento poderiam elevar a capacidade de produção anual para mais de 30,3 milhões de m³ nos próximos anos. As metas da EPA vão de 10,7 milhões de m³ para 2023 e chegando a 12,7 milhões de m³ em 2025. A EPA tenta equilibrar as metas de emissões de carbono com outras preocupações, como o impacto nos preços dos alimentos ao utilizar óleos vegetais como combustível.

Alguns analistas não acreditam que o aumento modesto dos níveis de combustível de baixo teor de carbono da EPA vai alterar a trajetória de crescimento do diesel renovável. O banco de investimentos Goldman Sachs disse em nota que a queda nas ações da Darling Ingredients era uma oportunidade de compra e recomendou as ações das gigantes agrícolas ADM e Bunge. O banco de investimentos afirmou ainda que as exportações para países com políticas de combustível de baixo teor de carbono ajudarão a evitar que o mercado entre em um excedente perigoso.


Fonte:https://www.biodieselbr.com/

3 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page