Buscar
  • Ecoflex Trading

Etanolduto da Logum chega à Grande São Paulo neste semestre

Segundo a companhia, capacidade de transporte do biocombustível será triplicada


Um novo trecho de dutos de 128 quilômetros para o transporte de etanol deve entrar em operação em 2021. Esta expansão da malha, segundo o presidente da Copersucar, João Teixeira, deve mudar “de maneira importante” a logística do mercado do renovável, pois conectará os polos produtores com a Região Metropolitana de São Paulo, grande centro de consumo.


Em entrevista ao Valor Econômico, Teixeira explicou que esta operação é a primeira fase de expansão do etanolduto da Logum, que será entregue neste semestre. Copersucar, Raízen e Petrobras são as principais acionistas da companhia, cada uma com 30% de participação; os 10% restantes pertencem à Uniduto Logística.


Inicialmente, a entrega do novo trecho estava prevista para acontecer até março próximo, mas Teixeira relata que a pandemia de covid-19 levou a um atraso de algumas semanas. A perspectiva é que a capacidade de movimentação dos dutos seja praticamente triplicada – hoje, ela é de 4 bilhões de litros anuais.


Para a expansão, a Logum realizou um investimento de R$ 1 bilhão aplicado ao decorrer de dois anos. Além disso, está prevista uma segunda ampliação, para estender o duto até o porto de Santos. Esta etapa, entretanto, ainda está em fase de estudo.


Atualmente, o etanolduto da Logum possui 1,4 mil quilômetros, conectando Uberaba (MG) e Ribeirão Preto (SP) à refinaria da Petrobras em Paulínia (SP) e ao terminal aquaviário de Ilha D’Água, também da estatal, no Rio de Janeiro (RJ).



Fonte: NovaCana.com

86 visualizações0 comentário