Buscar
  • Ecoflex Trading

Etanol mantém vantagem mesmo com altas leves nas distribuidoras e maior produção



O aumento de 6% que a Petrobras (PETR4) deu à gasolina dia 6 chegou mais rápido às bombas e já na mesma semana o combustível ficou mais caro 1%, enquanto o etanol hidratado recuou 0,37%. Esse retrato da ANP fez as distribuidoras demandarem mais biocombustível porque o consumidor respondeu. E deu margem para as usinas elevarem em 3,16% o preço na oferta do litro, pelos dados do Cepea. Nesta semana, as distribuidoras estão conseguindo repassar comedidamente aos postos os preços maiores da origem -- quarta (14), 0,07%, também segundo o Cepea -, seguindo a semana anterior, de modo que assegura a competitividade do combustível renovável mesmo que haja alguma majoração dos postos. Projeta também no mínimo uma estabilidade nos valores das indústrias, a despeito de estar havendo aumento na produção. Na segunda quinzena de junho houve um volume maior fabricado de hidratado, 1,22 bilhão de litros, contra 975,2 milhões da primeira metade do mês, segundo informou a Unica.

Por: Giovanni Lorenzon Fonte: Money Times

3 visualizações0 comentário