Buscar
  • Ecoflex Trading

Empresa que fabrica whisky Johnnie Walker anuncia que pretende investir em energia solar




Um grande parque de energia solar em Fife, na Escócia, onde são produzidas mais de 40 milhões de caixas de destilados de alta qualidade por ano, está para ser construído pela Diageo. O projeto anunciado pela empresa construirá uma usina fotovoltaica contendo 12.000 painéis solares e com potencial de gerar 4 MW de energia elétrica.


Essa iniciativa faz parte de um grande plano de ação da marca intitulado “The Next Steps”, que também conta com o compromisso de, até 2030, utilizar energia renovável em 100% das operações diretas e de que a produção inteira do whisky seja de carbono zero.


Esse projeto tem como objetivo diminuir os danos ao meio ambiente gerados pela marca, recuperar a paisagem natural e inovar a forma como o Whisky é produzido, distribuído e até consumido. Outra meta do projeto é a redução do equivalente a 76 piscinas olímpicas de água, por ano, na fabricação do whisky nas destilarias, ou seja, uma redução de 20%.


A Diageo já avançou muito na luta contra o impacto ambiental na sua produção de embalagens. As garrafas de vidro dos whiskys já estão 25% mais leves, com exceção das de Black Label e Red Label, que já eram mais leves que o comum. Até 2025, o projeto caminha para que as embalagens desses dois produtos sejam feitas com ao menos 60% de vidro reciclado.


Consta nos planos da marca o projeto de fazer a primeira embalagem de papel para destilados do mundo, produzida com energia limpa e fabricada a partir de polpa de madeira extraída de fontes renováveis certificadas. A previsão é que ela seja lançada em breve e possa ser facilmente descartada em uma lixeira após o consumo.


Até 2030, a ideia é que todos os produtos da marca tenham ao menos 60% de vidro reciclado também, o que garante 13.000 toneladas de economia em carbono para o meio ambiente.



Fonte: Portal Solar

2 visualizações0 comentário