Buscar
  • Ecoflex Trading

Embrapa anuncia edital de inovação em biocombustíveis e bioprodutos


A Embrapa Agroenergia apresentou nesta terça-feira, em webinar, o seu primeiro edital de inovação, cujos focos são bioprodutos para a agroindústria e biocombustíveis. O projeto está aberto para instituições privadas que queiram elaborar projetos no modelo de inovação aberta.


“Este edital nos aproxima das empresas e ajuda a trazer tecnologia para o mercado”, disse a chefe-adjunta de transferência de tecnologia da Embrapa Agroenergia, Patricia Abdelnur. “Hoje sabemos que a bioeconomia está em alta e temos interesse em fomentar ideias”.


As inscrições foram abertas hoje e podem ser feitas até 8 de agosto. O processo de análise e seleção vai até 10 de setembro, e os resultados serão divulgadas no site da Embrapa Agroenergia em 24 de setembro. Os interessados podem enviar mais de uma proposta.


Os nove temas de interesse são: biotecnologia industrial; processos fermentativos; produção e caracterização de enzimas e de processos enzimáticos; bioinsumos de origem microbiana ou vegetal para aplicação na indústria e na agricultura; processos químicos e biológicos; desenvolvimento de processos que viabilizem sistemas de produção de microalgas; desenvolvimento de bioinsumos e outros produtos a partir de microalgas e/ou seus subprodutos; processos e insumos para refino de óleo; e processamento e desenvolvimento de biomateriais.


No programa, há quatro opções para o tipo de financiamento da Embrapa, a depender do faturamento e do tipo de registro das empresas parceiras. Caso a empresa tenha registro de Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e fature menos de R$ 360 mil anualmente, por exemplo, a Embrapa arca com 100% do projeto. Além do financiamento, a Embrapa também disponibiliza infraestrutura laboratorial e corpo técnico para auxiliar no projeto.


O formulário de inscrição está disponível no site da Embrapa e abaixo. A empresa pede que os candidatos incluam em suas inscrições um vídeo de até cinco minutos com a descrição da proposta.



Fonte: Agência Estado

1 visualização0 comentário