Buscar
  • Ecoflex Trading

Distribuidoras que não cumpriram meta do RenovaBio têm até 26 de maio para defesa

Prazo foi dado pela ANP para três companhias que não tiveram representantes localizados; no total, 35 empresas não entregaram a quantidade de CBios estipulada em 2020


Em comunicado publicado no Diário Oficial da União (DOU) da última terça-feira, 11, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) estabeleceu um prazo de 15 dias para que três distribuidoras apresentem suas defesas em processos administrativos abertos pela agência.


Segundo o documento, a ANP não conseguiu localizar os representantes das empresas Orca Distribuidora de Petróleo, Global Distribuidora de Combustíveis e Dial - Distribuição, Abastecimento e Logística. Em março, estas e outras 32 companhias foram notificadas por não terem cumprido suas metas individuais do RenovaBio.


Conforme a regulamentação do programa, as distribuidoras de combustíveis com atuação no mercado de fósseis devem comprar e aposentar uma determinada quantia de créditos de descarbonização (CBio) anualmente. A meta geral é definida pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) e o rateio é feito pela ANP com base na participação de mercado das companhias no ano anterior.


Nas metas referentes a 2019 e 2020, a Orca deveria ter entregado um único CBio, a Global, 42, e a Dial, 130. Nenhuma delas aposentou créditos.


No texto completo (exclusivo para assinantes), leia sobre as penalidades que podem ser aplicadas e veja como o descumprimento das metas do ano passado afeta as distribuidoras em 2021.


https://www.novacana.com/



Fonte: Nova Cana

6 visualizações0 comentário