top of page

Copersucar adquire 50% de comercializadora da Comerc e avança na venda de energia

A Copersucar, líder global na comercialização de açúcar e etanol, e a Comerc Energia anunciaram nesta segunda-feira, 1º, a formação de uma joint venture para trading de energia elétrica no mercado livre, em acordo que garante robustez financeira e acesso a novos mercados para as empresas.

A parceria se dará por meio de investimento da Copersucar para aquisição de 50% de participação da Newcom, uma das comercializadoras do grupo Comerc, que tem a Vibra como sócia.

A nova sociedade, que terá controle compartilhado entre a Copersucar e a Comerc, atuará de forma independente e em modelo de plataforma aberta, com foco no mercado livre de energia.

Por meio da joint venture, a Copersucar poderá comercializar no mercado livre a energia produzida a partir da biomassa de suas 37 usinas associadas. Usinas de cana utilizam resíduos da produção para gerar eletricidade para suas próprias atividades industriais e geralmente comercializam o excedente.

Com receita de R$ 431 milhões em 2023, a NewCom possui 90 clientes em sua carteira. Com a chegada do volume produzido pelas usinas cooperadas, a NewCom dobra de tamanho e passa a estar entre as dez maiores comercializadoras independentes de energia do país, disseram as empresas, em comunicado.

“Por meio dessa parceria com a Newcom, ampliaremos o nosso portfólio de negócios em um mercado de grandes oportunidades, que tende a ser mais dinâmico e competitivo e que está redefinindo as relações entre consumidores e fornecedores de energia”, afirmou o presidente da Copersucar, Tomás Manzano.

O negócio reforça o foco da Copersucar nas fontes renováveis de energia, disse a companhia, lembrando que também possui uma joint venture com a Vibra Energia para comercialização de etanol, a Evolua Etanol.

“Essa associação contribuirá para a execução da estratégia das duas companhias. Elas continuarão a atuar de forma independente, mas trarão para a JV suas competências e forças, sendo a escala e o desempenho da Copersucar no setor sucroenergético, e a vasta experiência em trading de energia elétrica da Newcom”, avalia o CEO da Comerc Energia, Andre Dorf.

A transação será submetida à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).


12 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page