top of page

Contratos futuros iniciam semana em alta; Etanol sobe 2,54% pelo Indicador Paulínia


Os contratos futuros do açúcar iniciaram a semana valorizados nos lotes de maior liquidez das bolsas de Nova York (ICE Futures) e Londres (ICE Futures Europe). Dados da Secex - Secretaria de Comércio Exterior de ontem indicam que as exportações do complexo sucronergético no Brasil em março bateram 1,827 milhão de toneladas, contra 1,316 milhão de toneladas no mesmo mês de 2022.


Ontem, na bolsa de Nova York, os seis primeiros lotes do açúcar bruto fecharam valorizados. O vencimento maio/23 foi contratado a 24,44 centavos de dólar por libra-peso, valorização de 34 pontos no comparativo com os preços de sexta-feira. Já a tela julho/23 foi contratada a 23,80 cts/lb, valorização de, iguais, 34 pontos. Os demais contratos subiram entre 7 e 33 pontos, com exceção dos lotes outubro/24 e março/25 que caíram, respectivamente, 3 e 12 pontos.


Açúcar branco


Em Londres o açúcar branco fechou em alta nas seis primeiras telas. O lote maio/23 foi contratado a US$ 668,50 a tonelada, valorização de 30 cents de dólar. Já a tela agosto/23 subiu 1,60 dólar, negociada a US$ 654,30 a tonelada. Os demais contratos fecharam no azul entre 1,20 e 5,20 dólares. Apenas as telas outubro e dezembro/24 fecharam desvalorizadas em 30 cents e 1,20 dólar, respectivamente.


Açúcar cristal


No mercado interno a segunda-feira foi de alta nas cotações do açúcar cristal medidas pelo Indicador Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos foi negociada ontem a R$ 141,65 contra R$ 139,20 de sexta-feira, valorização de 1,76% no comparativo entre os dias.


Etanol hidratado


Já o etanolhidratado sofreu forte valorização nesta segunda-feira pelo Indicador Diário Paulínia. O biocombustível foi negociado pelas usinas a R$ 3.147,50 o m³, contra R$ 3.069,50 o m³ praticado na sexta-feira (14), valorização de 2,54% no comparativo. No acumulado de abril o indicador já valorizou 9,55%. Esta foi a 14ª alta seguida do hidratado.


Fonte:https://www.udop.com.br/

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page