top of page

Com redução do preço do diesel pela Petrobras, defasagem cai para 7% nas refinarias



A diferença do preço do diesel no Brasil em relação ao mercado internacional caiu para um dígito no dia 1º de maio, após a redução média de 9,8% anunciada pela Petrobras na semana passada, segundo levantamento de preços da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom).

A entidade considera os preços favoráveis à importação. O preço do diesel nas refinarias da Petrobras está 7% acima do praticado no Golfo do México, região usada como parâmetro para os combustíveis, enquanto a gasolina tem defasagem positiva de 8% nas refinarias da Petrobrás.


Segundo a Abicom, com essa diferença, a estatal poderia fazer uma nova redução no preço do litro do diesel da ordem de R$ 0,22, e da gasolina, em R$ 0,23. Na semana passada, a defasagem do diesel chegou a atingir 19%, enquanto a gasolina se mantém em um dígito há várias semanas, apesar do último reajuste da Petrobras ter ocorrido há 63 dias.

Os combustíveis seguem a tendência de baixa do petróleo, que nesta terça-feira, 2, acentuou a queda devido a temores com a economia global. Na Refinaria de Mataripe, na Bahia, a defasagem também está positiva, em 5% no caso da gasolina e de 6% no diesel. A Acelen, que controla a unidade, pratica reajustes semanais dos dois combustíveis, para cima ou para baixo.


Fonte:https://exame.com/

5 visualizações0 comentário
bottom of page