top of page

Com bom regime de chuvas, Imea revisa para cima produtividade do milho em Mato Grosso


Os bons volumes pluviométricos registrados até o fim do mês de abril em Mato Grosso devem impulsionar a produtividade do milho segunda safra.

As novas projeções do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) apontam para um rendimento de 105,63 sacas por hectare, um aumento de 1,28% ante a perspectiva passada e de 3,33% com relação ao desempenho registrado na última safra, quando as lavouras produziram em média pouco mais de 102 sacas por hectare.

Com a revisão, a expectativa é de que a produção total em Mato Grosso chegue à marca inédita de 47 milhões de toneladas de milho. O volume supera em 7,22% o volume colhido na temporada passada, até então a maior já registrada no estado. Na safra 2021/22 foram colhidas 43,83 milhões de toneladas do grão.

Ao se comparar com a estimativa de produção em abril, o incremento é de 1,27%. Na ocasião, eram esperadas 46,413 milhões de toneladas de milho na segunda safra.

Produtores apostaram em área

Além do clima e da tecnologia empregada nesta temporada, outro fator contribuinte para o recorde de produção de milho em Mato Grosso foi a área. As lavouras ganharam espaço em todas as regiões produtoras do estado e ocupam ao todo mais de 7,417 milhões hectares.

Esta é a maior área já destinada à produção do cereal no estado, segundo o Imea, superando em 3,78% a que foi plantada na safra 2021/22.


Fonte:https://www.novacana.com/

4 visualizações0 comentário
bottom of page