Buscar
  • Ecoflex Trading

Chevron investe US$5 bi e anuncia compra da empresa de óleo e gás Noble Energy



Nesta segunda-feira (20), a multinacional norte-americana Chevron informou que firmou um contrato para comprar a empresa de óleo e gás Noble Energy, com sede em Houston, em negócio avaliado em 5 bilhões de dólares que envolve apenas ações, segundo a Reuters.

Com base nos preços de fechamento da Chevron em 17 de julho de 2020 e nos termos do contrato, os acionistas da Noble Energy receberão 0,1491 ações da Chevron para cada ação da Noble Energy. O valor total da empresa, incluindo as dívidas, da transação é de US $ 13 bilhões.

A aquisição da Noble Energy fornece à Chevron reservas comprovadas e de baixo custo, além de recursos atraentes e pouco desenvolvidos que aprimorarão um portfólio upstream de óleo e gás já vantajoso.A Noble Energy traz ativos offshore de baixo capital e geração de caixa em Israel, fortalecendo a posição da Chevron no Mediterrâneo Oriental. A empresa também aprimora detém ativos não convencionais na bacia do Denver-Julesburg, no Colocado, e 92.000 acres na bacia de Permian, entre o Texas Ocidental e o Novo México. 

A oferta da Chevron ocorre mais de um ano depois de não ter comprado a Anadarko Petroleum Corp em uma guerra de lances vencida pela Occidental Petroleum Corp.

“Nosso forte balanço e disciplina financeira nos dão a flexibilidade de sermos compradores de ativos de qualidade durante esses tempos difíceis”, diz o presidente e CEO da Chevron, Michael Wirth.

“A combinação com a Chevron é uma oportunidade atraente para se juntar a um líder global diversificado e admirado em energia, com um balanço de primeira linha e fortes retornos para os acionistas”, diz David Stover, presidente e CEO da Noble Energy.


Produtores de óleo e gás e crise da Covid-19

Os produtores de xisto ou de hidrocarbonetos não convencionais foram duramente atingidos pelo colapso dos preços do petróleo em abril devido à pandemia da COVID-19 e à breve guerra de preços entre a Arábia Saudita e a Rússia, o que levou muitas empresas de óleo e gás a declarar suspensão de pagamentos.

Embora os preços tenham se recuperado de seus mínimos, eles ainda estão deprimidos, pois uma nova onda de casos do coronavírus ameaça retardar a recuperação da demanda de combustível.


Fonte:clickpetroleoegas

8 visualizações