top of page

[Cepea] Possível mudança tributária aquece liquidez do etanol no Centro-Sul


Os negócios envolvendo o etanol hidratado se aqueceram na última semana nos estados da região Centro-Sul, com exceção de São Paulo, onde a liquidez foi menor e os preços caíram. A afirmação vem do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq-USP.

Entre 19 e 23 de junho, o Indicador Cepea/Esalq do etanol hidratado fechou a R$ 2,5128 por litro (líquido de ICMS e PIS/Cofins), retração de 1,28% frente ao do período anterior.

No caso do etanol anidro, o Indicador Cepea/Esalq fechou a R$ 2,9823 por litro (líquido de PIS/Cofins), com queda de 0,36% no mesmo comparativo.

De acordo com os pesquisadores, em nota, especialmente em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás, as transferências para bases paulistas aumentaram.

Segundo levantamento do Cepea, um dos motivos para a maior liquidez em outros estados pode ter sido a proximidade da mudança tributária. O valor do PIS/Cofins deve se elevar em R$ 0,22/L para ambos os combustíveis (gasolina e etanol) em 1º de julho.

Neste cenário, distribuidoras se anteciparam às compras, com maior participação de algumas de maior porte. “Outro fator para o crescimento dos negócios pode estar atrelado à vantagem de preços do etanol hidratado sobre a gasolina C, que vem sendo verificada há três semanas nas bombas em São Paulo e, também, de outras importantes capitais”, completam os pesquisadores.


Fonte:https://www.novacana.com/

12 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page