top of page

Brasil encerra primeiro mês do ano com novos recordes de geração solar

O ano de 2024 está apenas começando e o Brasil encerrou o mês de janeiro com novos recordes registrados no setor de energia solar, segundo dados do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico).

Os números da entidade mostram que, na terça-feira da semana passada (30), a fonte atingiu o primeiro recorde instantâneo do ano no SIN (Sistema Interligado Nacional).

Neste dia, a geração alcançou a marca de 27.909 MW, às 11h40, montante suficiente para atender a 30,4% da demanda naquele minuto de todo o Brasil.

Os indicadores já incluem a produção dos sistemas de micro e minigeração distribuída. O recorde anterior, também considerando a modalidade, foi atingido em 11 de novembro de 2023, quando foram registrados 27.435 MW. 

Ainda na mesma semana de janeiro, o subsistema Nordeste registrou índices inéditos de geração solar instantânea: 9.231 MW, aferidos às 11h18, no dia 31.

O volume correspondeu a 66,8% da demanda do submercado na ocasião. A marca mais elevada até então era de 9.035 MW, registrada em 18 de janeiro de 2024.

Fevereiro

No dia 2 de fevereiro, o Brasil ultrapassou a marca de 38 GW de capacidade instalada em energia solar, considerando os segmentos de GC (geração centralizada) e GD (geração distribuída). 

Atualmente, mais 16,8% da matriz elétrica brasileira é proveniente da energia solar, segundo informações compartilhadas pela ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), e corroborado pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).



3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page