Buscar
  • Ecoflex Trading

Açúcar recua de máxima na ICE; março é negociado a 18,41 cents por libra-peso


Os futuros dos açúcares branco e bruto terminaram o dia em queda na ICE nesta terça-feira, 23, mas chegaram a tocar máximas de quase quatro anos no início da sessão.


O contrato março do açúcar bruto fechou em queda de 2%, a 18,41 centavos de dólar por libra-peso, tendo atingido o maior nível desde março de 2017, a 18,94 centavos.


Operadores disseram esperar que os preços caiam por alguma realização de lucros, mas que esse movimento deve ter curta duração, porque é provável que os fundos vejam essa queda como uma nova oportunidade de compra.


As ofertas no curto prazo seguem apertadas, depois de uma safra ruim na Tailândia e interrupções no transporte das exportações da Índia. Ao mesmo tempo, o ambiente macro continua melhorando, em meio a sinais de que a vacinação contra a covid-19 está começando a conter o vírus.


O açúcar branco para maio recuou 10 dólares, para 478,40 dólares a tonelada. No início da sessão, também atingiu o mais alto nível desde março de 2017, a 490,10 dólares.



Marcelo Teixeira e Maytaal Angel

Fonte: Reuters

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo