Buscar
  • Fonte: Nova Cana.com

Mercado de CBios alcança a marca de 1,56 milhão de créditos emitidos


Dos 9,1 mil CBios comercializados até o momento, apenas 2 mil foram comprados por distribuidoras.

Em meio às discussões sobre a redução da meta do RenovaBio, o comércio dos créditos de descarbonização criados pelo programa, os CBios, já está dando seus primeiros passos. Segundo dados divulgados pela B3 – responsável pelo acompanhamento deste mercado –, o número de CBios gerados já chega a 1,56 milhão.

Considerando a meta proposta pelo Ministério de Minas e Energia (MME) para 2020, de 14,53 milhões de CBios, este número equivale a 10,7% do montante de créditos que as distribuidoras devem adquirir até o final do ano.

Por enquanto, a B3 confirmou apenas uma negociação feita por uma distribuidora de combustíveis com metas a cumprir. De acordo com os dados divulgados, na última quinta-feira (2), 2 mil créditos foram comprados a um preço médio de R$ 21 por CBio.

Desde o início do mercado de CBios, cada crédito foi comercializado, em média, por R$ 17,92. O preço médio mais alto já registrado foi observado justamente na primeira venda, quando a Adecoagro comercializou 100 títulos por R$ 50,50 cada. Em contrapartida, 4 mil CBios foram negociados por R$ 15, o valor mais baixo até o momento.

Até ontem (6), mais de 9 mil créditos haviam sido comercializados – destes, 7,1 mil foram adquiridos por investidores que não têm metas a cumprir, as chamadas “partes não obrigadas” do programa. Eles podem optar por revender os CBios ou aposentar os créditos.


4 visualizações