Buscar

Moagem de cana deve ficar estável graças a regime de chuvas positivo

Moagem de cana deve ficar estável graças a regime de chuvas positivo Segundo executivos do mercado, o processamento na próxima safra deve se encerrar entre 555 milhões e 560 milhões de toneladas, enquanto o setor manifesta otimismo após as eleições A moagem de cana-de-açúcar no Centro-Sul do País na safra 2019/2020, que se inicia em abril do próximo ano, deve ser similar à alcançada no ciclo atual, devido ao regime de chuvas favorável para a cultura, estimaram especialistas durante a 18ª Conferência Datagro de Açúcar e Etanol. De acordo com o diretor da Tereos, Jacyr Costa Filho, a próxima safra deve ser muito parecida com a que está terminando, que deve se encerrar com a moagem entre 555 mi

Obra de usina de etanol em Sorriso será lançada no mês que vem

O empresário Marino Franz, sócio da FS Bioenergia, confirmou para o dia 7 do próximo mês, o lançamento da pedra fundamental da usina de etanol de milho, em Sorriso. Segundo ele, a previsão é que o empreendimento seja inaugurado na metade de 2020, com investimentos estrangeiros de R$ 800 milhões. “Estamos conseguindo fazer com que esta região se desenvolva com capital de fora, sem depender de capital nacional”, afirmou, em entrevista à rádio Regional de Lucas do Rio Verde. A previsão da FS Bioenergia é que a planta de Sorriso produza 530 milhões de litros de etanol à base de milho, por ano. Com isso, deve gerar mais de 1.500 empregos diretos e indiretos. “O milho, eu falava há dez anos atrás,

Governo estuda reduzir subsídio ao diesel

A queda do dólar em relação ao real e os recuos recentes na cotação do petróleo têm feito com que o preço do óleo diesel suba em ritmo bem mais suave que o registrado no início do ano – e que levou à paralisação dos caminhoneiros, em maio. Com isso, o governo já estuda a possibilidade de adotar uma regra de transição para começar a reduzir o subsídio ao diesel, uma das soluções negociadas para o fim da greve. Pelo acordo, o governo concede um subsídio de R$ 0,30 por litro do diesel, além de ter reduzido em R$ 0,16 os tributos Cide e PIS/Cofins incidentes sobre o produto, para garantir uma queda total de R$ 0,46 por litro no preço ao consumidor. Para bancar o subsídio, o Ministério da Fazenda

Sentença ratifica venda direta de hidratado de usinas a postos em PE, AL e SE

O juiz Edvaldo Batista da Silva Júnior, da 10ª Vara Federal de Pernambuco, julgou nesta quarta-feira, 24, procedente o pedido de usinas daquele Estado, além de Alagoas e Sergipe, para que comercializem o etanol hidratado diretamente aos postos de combustíveis sem a necessidade da intermediação de distribuidoras. A decisão mantém a tutela antecipada concedida em 26 de junho pelo próprio magistrado, decisão liminar suspensa em seguida após pedido da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), responsável pela fiscalização do setor. Ao Broadcast Agro (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) a ANP informou que “não vai comentar” a decisão de mérito em primeira i

Com 15 usinas já na entressafra, moagem da 1ª quinzena de outubro cai 21% no Centro-Sul

A redução da oferta de cana e a incidência de chuvas ocasionaram a diminuição do ritmo de moagem de cana-de-açúcar na primeira quinzena de outubro, na região Centro-Sul do Brasil. No período, de acordo com dados da Unica - União da Industria da Cana-de-açúcar, foram esmagadas 25,59 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, volume 21,32% inferior às 32,52 milhões apuradas no mesmo período do último ano. No acumulado da temporada também houve queda no processamento, uma vez que até 15 de outubro foram moídas 483,56 milhões de toneladas, queda de 3,54% se comparado ao mesmo período do ciclo anterior, quando o volume foi de 501,30 milhões. Para o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigue

Etanol deve subir menos na entressafra diante de recuo da gasolina da Petrobras

Os preços do etanol hidratado no Brasil devem subir menos durante a entressafra de cana-de-açúcar no centro-sul, ante as previsões iniciais, dada a recente queda nas cotações da gasolina da Petrobras, o concorrente direto do biocombustível, avaliaram especialistas. Os valores do álcool sazonalmente avançam entre o final de um ano e o início do seguinte por causa da menor produção na principal região canavieira do país. Mas o tombo da gasolina nas refinarias da Petrobras neste mês aponta para um ganho menor pelo etanol, dado o risco de perda de competitividade. Isso pode impactar os lucros de usinas que se prepararam para entrar cheias de estoques na entressafra após o petróleo vir numa cresc

Variedades de cana são responsáveis diretas para o aumento de produtividade por hectare e mais açúca

“O melhor evento sobre variedades de cana-de-açúcar já realizado em território nacional.” É dessa forma que o diretor do Grupo IDEA, Dib Nunes Jr., descreve o 12º Grande Encontro sobre Variedades de Cana-de-Açúcar, ocorrido nos dias 17 e 18 de outubro, no Centro de Convenções de Ribeirão Preto/SP. O evento reuniu produtores de cana, profissionais de usinas, pesquisadores, consultores e executivos de empresas ligadas ao segmento. Ao todo, foram mais de 450 participantes, vindos de 15 estados brasileiros e também de países da América Latina. Além de discussões sobre manejo varietal adotado por unidades sucroenergéticas e produtores de cana, o evento foi palco para a apresentação de futuras lib

Fim da safra da cana gera alta no preço do etanol em postos de combustíveis de Campinas

O preço do litro do etanol nas bombas de combustíveis de postos de Campinas (SP) está até R$ 0,12 mais caro nesta semana. De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), o aumento tem relação com a proximidade do término da safra da cana-de-açúcar em algumas usinas no estado de São Paulo e com a sequência de vendas aquecidas nos postos. O levantamento foi feito em dez postos da cidade pela produção da EPTV, afiliada da TV Globo, e mais da metade apresentou alta. Em um deles, a reportagem apurou a cobrança de R$ 2,837 pelo litro do álcool, e que a tendência de aumento deve se manter nos próximos dias. Há postos na cidade que já cobram R$ 2,99. O estudo semanal do Cep

Mesmo com mix mais alcooleiro da década, etanol tem tendência altista

Mercado brasileiro deve apresentar cotações mais firmes no quarto trimestre, motivado pelo aumento na demanda do biocombustível A demanda pode ser um determinante de alta nas cotações do etanol. Com as perspectivas de que a paridade se mantenha favorável nos próximos meses, é possível que o consumo do biocombustível, que foi o maior da história em agosto, continue renovando recordes. Desta forma, os estoques podem ser rapidamente consumidos, dando suporte às cotações e ampliando a dependência de álcool internacional. A safra de 2018/19 (abr-mar) no Centro-Sul do Brasil apresentou o mix produtivo mais alcooleiro da década, o que acabou elevando significativamente a produção do biocombustível

Estoque de etanol cresce no país, mas consumo evitará excesso de oferta, diz consultoria

Os estoques de etanol do Brasil estavam 29% maiores em 1º de outubro, com cerca de 11 bilhões de litros, na comparação com o mesmo período do ano passado, diante de uma forte produção no centro-sul, disse nesta quarta-feira (17) o analista João Paulo Botelho, da INTL FCStone, com base em dados do Ministério da Agricultura. Mas uma firme demanda pelo biocombustível, com preços mais competitivos do que a gasolina em boa parte do país, evitará um excesso de oferta. "Devemos chegar ao final da entressafra (em março) com níveis confortáveis de estoques, mas sem excesso de oferta", avaliou Botelho, durante evento promovido pela INTL FCStone em São Paulo. Entressafra antecipada A entressafra de can

Dedini entra no mercado de equipamentos de etanol de milho

A destilaria vai ajudar o Brasil a atender às metas de produção da Política Nacional de Biocombustíveis. A Dedini S/A Indústrias de Base lançou, durante o Agtech Valley Summit, atividade inserida no Esalqshow, em Piracicaba, a Destilaria Modular para a Fabricação de Etanol de Milho e Ração Animal. Com projeção de receitas de 90% a 150% maiores por hectare por causa dos produtos, em relação à venda apenas do milho, a destilaria também vai ajudar o Brasil a atender às metas de produção da RenovaBio, a Política Nacional de Biocombustíveis. Tradicional no mercado de construção de usinas para a produção de etanol de cana-de-açúcar, a Dedini desenvolveu esse projeto inovador nos últimos três anos,

MT bate recorde no consumo de etanol em agosto com 77,3 milhões de litros

O consumo de etanol em Mato Grosso alcançou 77,3 milhões de litros no mês de agosto, 29,5% a mais que no mesmo mês do ano de 2017. É o maior volume consumido já registrado. O resultado foi divulgado no dia 10 de outubro pelo Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis de Mato Grosso (Sindipetróleo). Segundo o sindicato, o estado só chegou próximo desse número em dezembro de 2017, quando as distribuidoras comercializaram 74,2 milhões de litros. Em 2018, de janeiro a agosto, já foram consumidos 529,5 milhões de litros. Com relação ao mesmo período do ano anterior, quando se consumiu 407,5 milhões de litros, também houve aumento de 29,9%. Os dados são

Etanol de milho enfrenta desafios na expansão, na formação de preços e no escoamento

O etanol de milho vem surpreendendo agricultores e consultorias. O interesse na sua produção é crescente, assim como o volume produzido – que ainda pode triplicar em três anos. Embora a matéria-prima seja comum nos Estados Unidos, a cana-de-açúcar é dominante no Brasil, de forma que a expansão do biocombustível de milho traz desafios de cultivo, tecnologia empregada, investimento, logística e escoamento. Durante o NovaCana Ethanol Conference, que ocorreu nos dias 3 e 4 de setembro, o painel “Etanol de milho: crescimento e oportunidades” reuniu três profissionais ligados ao biocombustível: o presidente-executivo da FS Bioenergia, Henrique Ubrig; o pesquisador sênior da Agroicone Marcelo Morei

Etanol segue gasolina e sobe nos postos

Olhar sobre o mercado externo também deverá estar na agenda O agronegócio, apesar da importância na economia do país, acaba sendo um dos setores que têm pouca atenção dos presidenciáveis nas propostas de governo. Neste ano, não é diferente. O segmento, porém, já elegeu seus pontos prioritários para o próximo presidente e promete cobrar. Eles vão da macroeconomia a questões relacionadas a segurança e a sustentabilidade. As propostas se concentraram em dez pontos. Muitos focam eternos problemas brasileiros que vêm sendo adiados devido ao caixa baixo do governo para investimentos. Outros, devido à força da bancada ruralista, uma das mais fortes de Brasília, poderão ter avanço. O etanol hidratad

Gasolina acumula alta de 20% em 12 meses, aponta IBGE

O preço médio da gasolina no país acumulou em 12 meses até setembro alta de 19,99%, segundo dados sobre a inflação divulgados nesta sexta-feira (5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Somente em setembro, a gasolina registrou alta de 3,94%. No acumulado nos 9 primeiros meses do ano, o aumento é de 13,74% De acordo com o gerente da pesquisa, Fernando Gonçalves, a gasolina representou 18% da inflação de 4,53% no país, no acumulado em 12 meses, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A principal pressão inflacionária no mês de setembro, segundo o IBGE, veio dos combustíveis que saíram de uma deflação de 1,86% em agosto para alta de 4,18% em setem

Etanol hidratado sobe 4,63% e anidro avança 3,24% nas usinas

O preço do etanol hidratado subiu pela oitava semana consecutiva nas usinas paulistas. O combustível saiu de R$ 1,7102 o litro para R$ 1,7894 o litro, em média, alta de 4,63% esta semana, de acordo com o indicador divulgado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq). Esse é o maior valor desde o período encerrado em 29 de março, de R$ 1,8020 o litro, e, portanto, também o mais alto na safra 2018/2019, iniciada em 1º de abril. Já o valor anidro avançou 3,24% na semana, de R$ 1,8591 o litro para R$ 1,9193 o litro, em média. Com a sétima alta consecutiva, o preço do litro do anidro é o maior desde o R$ 1,9231 cobrado, em média, na semana de 23 de março e também o maior

Oferta de etanol até março será 25% maior, mas demanda elevará preço, diz Unica

A oferta de etanol hidratado entre setembro de 2018 e março de 2019, quando se encerra a entressafra de cana no centro-sul do Brasil, deverá ser 25 por cento maior na comparação com igual período do ciclo anterior, mas ainda assim insuficiente para atender à crescente demanda pelo biocombustível, disse à Reuters um representante do setor sucroenergético. De acordo com o diretor técnico da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), Antonio de Padua Rodrigues, com o consumo crescendo a um ritmo muito maior do que o suprimento, os preços devem se elevar, para um melhor equilíbrio de mercado, mas a um ponto em que o biocombustível seguirá competitivo frente a gasolina em várias regiões. Ele r

Raízen assume rede de postos e refinaria da Shell na Argentina

Ao assumir ontem os ativos de refino e distribuição de combustíveis da Shell na Argentina, a Raízen, joint venture entre a brasileira Cosan e anglo-holandesa Shell que atua também em etanol, açúcar e bioenergia, caminha para se tornar uma empresa com receita anual de mais de R$ 100 bilhões. Mas, ao mesmo tempo em que deu o primeiro passo no mercado internacional e concretizou a maior aquisição de seus sete anos de história, assumiu dois grandes desafios: entender a operação de refino, uma novidade em seu portfólio, e lidar com a grave crise econômica que enfrenta o país vizinho. Segunda maior distribuidora de combustíveis do Brasil, de acordo com os números da Agência Nacional do Petróleo, G

Aproximadamente, quatro usinas de Belo Monte estão adormecidas nos canaviais

Aproveita-se apenas 15% do potencial energético da cana, que é de 144,8 TWh Atualmente, a capacidade de energia elétrica instalada e outorgada no Brasil é de 167.260 MW. A fonte “biomassas em geral” - que inclui bagaço e palha de cana, casca de arroz, floresta e resíduos de sólidos urbanos - representa 9% dessa potência, ocupando a 3ª posição, atrás apenas das fontes hídrica e fóssil. O setor sucroenergético especificamente detém hoje 11.356 MW, valor superior a capacidade instalada na Usina Hidrelétrica (UHE) de Belo Monte (11.233 MW), representando em torno de 7% da potência outorgada no Brasil e 77% da fonte biomassa. Trata-se da quarta fonte de geração mais importante da nossa matriz, at

RenovaBio pode gerar oportunidades para o Brasil na aviação internacional

As discussões sobre critérios envolvendo o uso da terra e as emissões de gases de efeito estufa geradas durante o processo produtivo de biocombustíveis para uso na aviação internacional apresentam sinergia com as diretrizes estabelecidas pelo Brasil no Programa RenovaBio. Eis uma oportunidade para o setor sucroenergético nacional na avaliação do analista do Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE), Mateus Ferreira Chagas. Na segunda quinzena de setembro (17/09 a 21/09), o pesquisador do CTBE integrou uma comitiva brasileira formada por representantes do governo, indústria e instituições acadêmicas no 7° Encontro da Força-Tarefa para Combustíveis Alternativos de Aviaçã